Boas ações

A emocionante história da mulher que adotou senhora de 66 anos

FONTE: CLAUDIA 

Dona Cotinha foi abandonada ainda criança e finalmente realizou o sonho de ter uma família

Uma história contada no programa “Mais Você”, na quarta-feira (27), emocionou os telespectadores e teve repercussão na internet. Gláucia, uma cuidadora de idosos, adotou Dona Cota, uma senhora de 66 anos, como sua filha.

Quando criança, dona Cotinha, como é chamada, foi abandonada em um hospital no interior de São Paulo, em Araraquara, onde viveu por 50 anos. A senhora nunca soube seu nome verdadeiro e acabou sendo batizada pelos funcionários do hospital como Dona Cota.

Aos dez anos, ela não sabia falar e, até hoje, nunca teve um só documento. Foi no mesmo hospital que Gláucia conheceu a senhorinha e se apaixonou de primeira pela história da mulher.

Ela teve a ideia de adotar Dona Cotinha e, agora, as duas vivem juntas com mais uma menina, Emily, de 4 anos, também filha de Gláucia. A senhora já mora com a nova família há dois anos e conquistou documentos de identidade com o sobrenome da nova mãe.

Oficialmente, o processo de adoção, no entanto, pode ser longo para mãe e filha. O que complica a situação é que, pela lei, o adotante tem que ter 16 anos a mais que a pessoa que vai ser adotada.

As advogadas da família entraram com um pedido especial na Justiça para que tudo seja resolvido e a adoção inversa seja autorizada.