Saúde

Suplementos de academia podem fazer mal?

FONTE: MUNDO ESTRANHO ABRIL - Por Matheus Vieira

Sim. O consumo desregulado dessas substâncias pode causar vários problemas, desde falência do fígado, pedra nos rins, diabetes e até infarto. Por isso, o uso de suplementos deve seguir orientação médica ou nutricional. Alimentação balanceada também é essencial. “Não adianta só comer batata-doce e frango nem se entupir de suplementação aleatória. Tem que comer salada e outras variedades de carboidrato para repor todos os nutrientes perdidos no treino, senão a pessoa não `cresce¿ e ainda passa mal”, explica o médico especializado em esporte Gabriel Azzini.

WHEY

Para que serve Ganho de massa muscular

Para criar músculos, o corpo requer proteína. O whey protein é uma das alternativas favoritas dos marombeiros porque contém uma boa dose deproteína (extraída do leite de vaca) e uma carga controlada de calorias. Além disso, é composto de aminoácidos, como arginina, leucina e lisina, que são rapidamente absorvidos.

O corpo não absorve mais que 30 g de whey por dia. Quando essa dose é ultrapassada, o pozinho começa a oferecer riscos. Pode afetar o fígado e os rins e até levar ao ganho de gordura. Para piorar, as consequências variam de metabolismo para metabolismo. Em algumas pessoas, os efeitos negativos podem demorar para surgir. Em outras, podem ocorrer após pouco tempo de abuso.

Para quebrar os aminoácidos do whey, o organismo libera uma grande quantidade de amônia, uma substância altamente tóxica. E aí quem tem que ralar é o fígado: ele trabalha para transformar a amônia em ureia, que é um pouco menos danosa. Por isso, dietas ricas em proteína podem sobrecarregar esse órgão e, a longo prazo, causar sua falência (incapacidade de funcionar).

Nem sempre os rins dão conta de filtrar o sangue com tanta ureia. Aí, ela se acumula lentamente nesses órgãos. Num primeiro momento, isso faz com que o corpo retenha líquido e fique inchado. Mais para a frente, podem surgir pedras nos rins, o que levaria a uma infecção e à necessidade de diálise (um “filtro” artificial para executar o trabalho renal).

HIPERCALÓRICOS

Para que servem Ganho de peso

Essa mistura de carboidratos, vitaminas e proteínas com alto valor calórico é indicada para quem tem dificuldade em engordar. Mas seu sucesso depende da intensidade dos exercícios. Se você não estiver em dia com a malhação, pode ganhar gordura abdominal e problemas na pressão arterial.

CREATINA

Para que serve Aumentar energia e resistência dos músculos

É um dos suplementos mais perigosos. Tomá-la por mais de três meses pode levar a problemas renais mais rápido que o whey, por exemplo. Especialistas contraindicam doses maiores que 5 g diárias.

REPOSITORES HIDROELETROLÍTICOS

Para que servem Repor sais minerais

As populares “bebidas isotônicas” contêm altas quantidades de sais minerais, podem aumentar a pressão arterial e a retenção de líquidos. Só devem ser consumidas quando exercícios intensos ultrapassam uma hora de duração.

TERMOGÊNICOS

Para que servem Aumento de energia e queima de gordura

Dão aquela “acelerada” no metabolismo, dilatando os vasos sanguíneos e aumentando os batimentos cardíacos. Em excesso, podem diminuir o sono, desnivelar hormônios, aumentar a agressividade e levar a um infarto. O consumo deve ser limitado a duas doses diárias, por menos de três meses.

BCAA

Para que servem Restauração muscular

Para facilitarem a síntese de proteína (e, portanto, a reconstrução do músculo), estes aminoácidos livres estimulam a produção de insulina. Isso é um perigo: o abuso constante pode gerar resistência à insulina e, em casos extremos, diabetes. A dosagem diária não deve passar de 20 g.

FONTES Artigos Consumo de Suplementos por Jovens Frequentadores de Academias de Ginástica em São Paulo, de Marcia Daskal Hirschbruch, Mauro Fisberg e Luis Mochizuki, e O Uso da Proteína do Soro de Leite como Suplemento Nutricional por Atletas, de Alan Stopassoli; Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte; revistas VEJA, EXAME e Revista de Nutrição; sites Portal Hipertrofia, Diário Catarinense, Diabetes Care Journal, Portal Manual MSD e Globoesporte

CONSULTORIA Vanessa Lodi, nutricionista especializada em esporte e hipertrofia, Renan Braga, farmacêutico e pesquisador da UFPB, e Gabriel Azzini, ortopedista e médico especializado em esportes

 

Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Please let us know your name.
  2. Email
    Please let us know your email address.
  3. Captcha(*)
    Captcha
    Invalid Input