Gente que faz e acontece

Projetos sociais abrem temporada de doação para as festas de fim de ano

FONTE: O DIA

Rio - 'Eu estou muito ansioso e animado pro Natal. Quero ganhar uma bicicleta e uma bola". O desejo de Clayton Nascimento, de 10 anos, integrante do projeto social Recriando Raízes, de Costa Barros, na Zona Norte, é o de diversas crianças carentes, que por meio de ONGs, têm a data comemorativa em dezembro como um marco de afeto e felicidade. As instituições, que arrecadam doações de brinquedos, alimentos, fraldas e até material escolar, já começaram as campanhas e procuram voluntários para atender os pedidos natalinos.

Clayton, por exemplo, perdeu a mãe há três anos, vítima de um câncer, e viu sua vida mudar depois do projeto, que atende 120 crianças e 30 jovens. "A festa de Natal é especial, pois eles se sentem protagonistas. É quando podem comer com fartura, recebem um presente. Esse acolhimento é essencial na favela, estamos perdendo nossas crianças para o tráfico", enfatizou o coordenador Richard Silva, de 33 anos. A campanha na ONG vai até dia 21 de dezembro e pede roupas, brinquedos e kit escolar novos.

A entidade Cáritas, que acolhe e atende pessoas de mais de 60 nacionalidades, está arrecadando, até 26 de novembro, na sede no Maracanã, doações como alimentos e itens de higiene para o Natal de 150 pessoas. Já a Associação Pestalozzi, de Niterói, faz no dia 13 sua festa para 570 crianças e adolescentes que estudam ou fazem tratamento na instituição, e pede doações de presentes e roupas novos.

O projeto Voluntários do Bem pretende ajudar 350 crianças de Jardim Gramacho, dois orfanatos, 150 animais, um asilo de 35 idosos e 200 moradores de rua neste ano. Há pontos de arrecadação de roupas, ração, brinquedos e alimentos em vários bairros. "A gente acredita que vai ajudar, e na verdade somos ajudados. A alegria deles valor nenhum paga", afirmou a organizadora Natália Lima.

Festa no Vidigal

No Vidigal, o taxista Fábio Luiz, 34, promove há sete anos a festa de Natal para mil crianças da comunidade, no projeto Vidiga Social. "Tem Papai Noel, lanches e brincadeiras", contou. A campanha do RioSolidário vai até o dia 7 e arrecada, na sede em Laranjeiras, brinquedos e livros novos para os pequenos de até 14 anos de 20 instituições. No ano passado, a ONG arrecadou 2.532 presentes e a expectativa é que o número aumente.

O projeto Natal Sem Fome, retomado no ano passado, tem a meta de ajudar 1 milhão de pessoas em todo Brasil. A campanha pede alimentos não perecíveis. No Projeto Amigos, seis instituições serão atendidas pela doação de brinquedos, kit escolar, produtos de higiene, além de calcinhas, cuecas e meias.

Na ONG Sonhar Acordado, cerca 1,4 mil crianças de várias comunidades vão participar da festa de fim de ano. "A maioria não tem nem alimentação no Natal, então o evento recupera essa esperança", contou Giselle Campos, 35, coordenadora de presentes da ONG. As doações devem ser feitas até 2 de dezembro.

 

Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Please let us know your name.
  2. Email
    Please let us know your email address.
  3. Captcha(*)
    Captcha
    Invalid Input