Pessoas em situação de rua

Sem-teto dá seu único agasalho para proteger cachorro do frio em SP

FONTE: RPA

Morador de rua dá seu único agasalho para proteger cachorro do frio (SP)

Em pleno frio de São Paulo, uma cena chamou atenção do empresário Gabriel Pego. Um sem-teto, aparentemente machucado, cobre o seu cachorro com uma jaqueta, único agasalho desse senhor.

Comovido com a cena, Gabriel tirou uma foto e publicou em seu Instagram. Ele também conversou com o desabrigado. Seu nome é Sebastião, tem 57 anos e há 6 anos vive nas ruas de Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo.

O empresário nos procurou e ficamos muito emocionados com a imagem e com a situação do Seu Sebastião.

Para ajudá-lo a sair da rua e conseguir uma casinha para ele morar com o Negão, lançamos a sua vaquinha VOAA. Clique aqui e contribua.

Conheça a história do Seu Sebastião

Seu Sebastião foi casado por mais de 25 anos, após a separação, entrou em depressão e há seis anos se entregou ao álcool e às ruas.

Numa das suas noites na rua, encontrou o Negão, um vira-lata forte e muito carinho, revirando o lixo e sozinho. Desde então, nunca mais se separaram.

Sebastião trabalhou muitos anos como camelô, não frequentou a escola e enfrentou dificuldades como analfabeto.

A ex-esposa e um filho moram em São Paulo, mas, desde a separação, não pode mais contar com ajuda financeira deles.

“O meu filho tem um transtorno mental, o que ele ganha é pouco, não tem como me ajudar”, explicou o senhor.

Segundo Sebastião, ele tem uma irmã que é camelô e ela o ajuda quando pode.

Conversando com o Gabriel, que está sendo a nossa ponte nesta missão, identificamos o problema do Seu Sebastião com o alcoolismo, por isso, juntamente com a vaquinha, o empresário está mobilizando o cadastro do idoso no Caps para que ele possa se qualificar e enfrentar o problema com o álcool.

Mas, antes queremos tirá-lo logo da rua. Clique aqui e contribua com a sua vaquinha.

“Foi ele que me adotou”

Seu Sebastião contou que o Negão é um grande parceiro. Ele o protege dos perigos da rua e não sai do lado dele por nada!

Quando consegue alimento, ele divide com o cachorro, por quem tem um grande amor. “Não fui eu que adotou ele, foi ele que me adotou.”

O Negão já teve outros donos que vivem em situação de rua, infelizmente, não teve sorte e era maltratado. Hoje, ao lado do Seu Sebastião, ele tem muito amor e carinho, mesmo diante das dificuldades.