Fonte: Correio Brasiliense - Imagem: da matéria

A medida visa ampliar o abastecimento dos bancos de sangue da capital do país e salvar vidas de uma maneira um pouco diferente da rotina policial.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) promoveu, nesta terça-feira (9/2), a campanha de doação de sangue no Hemocentro de Brasília. A medida visa ampliar o abastecimento dos bancos de sangue da capital do país e salvar vidas de uma maneira um pouco diferente da rotina policial militar.

Desde o início do ano, mais de 200 policiais de diversas unidades da PMDF já aderiram à campanha. De acordo com o órgão, a ação é de extrema relevância para os bancos de sangue do Distrito Federal, uma vez que as doações dos militares correspondem a cerca de um terço dos estoques de sangue.

Agradecimento
Os funcionários do Hemocentro São Lucas, localizado no Lago Sul, aplaudiram a ação solidária de doação de sangue. A homenagem serviu como agradecimento para os 25 policiais militares que participaram da campanha realizada na Instituição.

Estoques baixos
A Fundação Hemocentro de Brasília precisa recompor os estoques de sangue O Negativo e A Negativo. Segundo o Hemocentro, os volumes de sangue de tipo negativo atingiram níveis críticos.

Durante a crise sanitária, para evitar aglomerações, é preciso agendar um horário pelo site para fazer as doações. Outra opção é o número 160. Mas, para os doadores de O Negativo, o agendamento é dispensado de segunda a quinta-feira. Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 51 kg e estar saudável.

Além disso, o Hemocentro especifica que, para doar sangue, é proibido ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes da doação ou fumar nas 2 horas anteriores ao horário da colheita. Outro alerta é que não é necessário fazer jejum. Contudo, a recomendação é para se evitar alimentos gordurosos. Quem recebeu a vacina da CoronaVac precisa esperar dois dias para doar sangue, e quem recebeu Covishield (Oxford/AstraZeneca) tem de aguardar sete dias para fazer a doação, segundo a recomendação do Ministério da Saúde.