Fonte: Sou Petropóles  - Imagem : Divulgação.

Neste Dia de Ação de Graças, as Crochemigas inauguraram uma árvore de Natal de 4 metros, feita com a colaboração de cerca de 30 mulheres.

Esse é o segundo ano consecutivo que a árvore das Crochemigas traz mais cor e luz para Petrópolis. Feita pelas mãos de cerca de 30 mulheres e localizada em frente à Catedral, a árvore é símbolo de gratidão pelas vitórias de 2020 e esperança por dias melhores.

 

Foto Divulgação Crochemigas


Inaugurada nesta quinta-feira (25/11), Dia de Ação de Graças, a árvore tem 4 metros de altura e a intenção de convidar petropolitanos e turistas que passarem por ali a agradecerem, mesmo diante de um ano tão desafiador. É o que conta Márcia Coelho, uma das fundadoras das Crochemigas:

“Hoje é Dia de Ação de Graças! E aí está a nossa forma de agradecer por todas nossas graças… Agradecemos por viver aqui, por nossas famílias, por nossos cinco sentidos, por um ano que nos desafiamos dia a dia e que nos fez pessoas melhores! Por cada manta, gorro ou cachecol doados. Por cada novo elo, e por cada novelo, nesta corrente do bem que se manteve firme em seguir em frente com o propósito de levar cor, calor e alegrias a quem precisa! Firmamos relações, perdemos pessoas, choramos e nos reerguemos com o propósito de sempre levar amor, esperança e fé! Nossa gratidão está aí lembrando a todos de nossa cidade de manter acessa esta chama. Faça você também sua arte, ‘invencionices’ e decore sua casa, sua janela, sua rua… o Natal de luz começa dentro de nós!”

Sobre o coletivo de mulheres Crochemigas
Em 2018 um grupo de mulheres talentosas se uniu para criar um projeto que veio de uma ideia simples, mas transformadora: as Crochemigas. Elas começaram a fazer quadradinhos de crochê para formar mantas e aquecer os idosos que vivem em asilos de Petrópolis. Essa corrente do bem foi se espalhando e o resultado são centenas de pessoas que recebem todo ano um pouco de calor e aconchego com as doações feitas pelo coletivo.

 

De quadradinho em quadrinho, as Crochemigas fizeram centenas de mantas que aqueceram o inverno de muita gente em Petrópolis. Foto: Renne Raibolt
Esse ano, por conta da pandemia, o projeto precisou passar por adaptações, mas continuou a todo vapor. Elas firmaram parcerias com voluntários e com a Guarda Civil para fazer a entrega e deixaram as doações nos locais com todo o cuidado.

 

Foto Divulgação Crochemigas
Até novembro, elas doaram quase 200 mantas e cachecóis, 396 gorros, 10 sapatinhos de lã, 3 enxovais e 10 bonecas. Além disso, elas doaram cerca de 980 quilos de alimentos e produtos de limpeza para pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. Tudo isso feito com a colaboração de dezenas de mulheres.

 

Foto Divulgação Crochemigas