Fonte: CNNBrasil - Imagem: Marta Ortigosa no Pexels - Por: Amanda GarciaBel Camposda CNN

À CNN, Silvia Nacache, coordenadora do estudo, avaliou os índices como positivos e afirmou que o número é “bastante significativo”.

A pesquisa “Voluntariado no Brasil 2021”, realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e DataFolha, apontou que 57 milhões de pessoas foram voluntários ativos no país em 2021.

Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (27), a coordenadora do estudo, Silvia Nacache, avaliou os índices como positivos.

“A gente vem com boas notícias porque é uma série histórica, que começou em 2001, onde 18% da população dizia ter feito ou estar fazendo trabalho voluntário. Em 2011, este número saltou para 25% e, em 2021, chegou a 56% da população adulta, com mais de 16 anos, que diz fazer ou ter feito alguma atividade voluntária”, afirmou.

A pesquisadora destaca outros achados do estudo, como o valor do voluntariado, com 18 horas mensais, além de atenção a crianças e adolescentes, com crescimento de atendimento a famílias, comunidades e pessoas em situação de rua.

Silvia também informou que houve um aumento significativo da prática durante a pandemia. “Foi formada uma rede de apoio, com recursos financeiros, materiais e com filantropia, com doação de tempo, 47% de voluntários passaram a praticar mais durante a pandemia”, afirmou

“O voluntariado se reinventou durante a pandemia, com 21% das pessoas passando a fazer atividades online, principalmente nas áreas de educação e apoio psicológico”, completa.

A especialista também afirmou que o perfil do voluntário do Brasil é equilibrado na questão de gênero, com escolaridade média, e grau de satisfação com a nota média de 9,1, “Isso nos dá a impressão de que há um desejo de seguir com a atividade voluntária”.