Fonte : Governo do Rio de Janeiro

Quando chegou ao Centro de Cidadania LGBTI de Queimados, Daphane Chanell, mulher trans de 52 anos, estava deprimida.

Trabalhando como autônoma em um salão de beleza, ela não sabia ler nem escrever e precisava de ajuda para matricular seus sobrinhos. “Quando fui colocar meus sobrinhos na escola, tive problemas com o meu nome social. A equipe do CCLGBTI de Queimados me deu toda orientação e me ajudou a solucionar esse problema”, conta.

Este é um dos muitos casos atendidos diariamente nos oito Centros de Cidadania LGBTI do Estado do Rio de Janeiro, que continuam funcionando normalmente para quem precisa, mesmo em tempos de pandemia. Nos equipamentos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH/RJ), a equipe toma todas as precauções para prevenir o contágio pelo novo coronavírus, com uso de máscaras e álcool em gel.

A demanda de atendimento, mesmo com o isolamento social, até aumentou em relação ao ano passado. De janeiro a maio deste ano os centros registraram 2.611 atendimentos enquanto que, no mesmo período no ano passado, foram 1.283. Por conta dos decretos do estado e dos municípios para combater a pandemia, os horários de atendimento de alguns deles foram reduzidos, mas os serviços não foram interrompidos.

“Estamos cumprindo nosso compromisso de assegurar ao público LGBTI o acesso a seus direitos e à cidadania neste período de pandemia. Infelizmente, muitas dessas pessoas ainda continuam sendo alvo de preconceito, discriminação e violação”, ressaltou a secretária Fernanda Titonel.

De acordo com o subsecretário Thiago Miranda, a maioria da população LGBTI que busca os Centros são trabalhadores autônomos, como Daphane. “Por isso muitos tiveram suas fontes de renda prejudicadas. Graças a parcerias estabelecidas com a sociedade civil organizada, temos conseguido distribuir cestas básicas aos públicos mais vulneráveis”, afirmou.

Como funcionam os CCLBTIs
Com oito equipamentos em funcionamento em várias regiões do estado, os centros são vinculados à Superintendência de Políticas LGBTI da Subsecretaria de Estado de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos. Os espaços oferecem acolhimento e atendimento social, psicológico e jurídico à população LGBTI, garantindo o acesso a direitos, serviços e políticas públicas.

“Sou muito bem atendida por toda a equipe do Centro, que sempre me acolheu com muita atenção e carinho. Eles me incentivaram a voltar a estudar e me ofereceram apoio psicológico por conta da minha depressão. Tive que paralisar as aulas por conta da pandemia, mas pretendo voltar quando tudo passar e concluir a 2ª série do Ensino Fundamental. Ler e escrever é meu grande sonho!”, concluiu Daphane.

Principais demandas
Os Centros de Cidadania LGBTI recebem vítimas de agressão física e verbal, que são acolhidas e acompanhadas para registrar queixas nas delegacias e na Defensoria Pública. Para estes e outros casos, os equipamentos oferecem acompanhamento psicológico e psicossocial, com grupo de apoio terapêutico. Também são atendidos casos de requalificação civil e apoio no cadastramento no CadÚnico e em outros programas sociais dos governos federal, estadual e municipal. Além dos Centros de Cidadania LGBTI, a Subsecretaria mantém em funcionamento, 24 horas por dia, todos os dias da semana, o Disque Cidadania e Direitos Humanos - 0800 02345678 - para receber denúncias de violações, como crimes de LGBTIfobia como ofensas verbais e agressões físicas contra este público.

Onde procurar ajuda?
Os CCLGBTIs estão localizados no Rio de Janeiro, Niterói, Queimados, Duque de Caxias, Nova Friburgo, Arraial do Cabo, Miguel Pereira e Volta Redonda.

Além deles, existe em São Pedro da Aldeia um Núcleo de Atendimento Descentralizado (NAD) para a população LGBTI. É o único que não está funcionando neste período de quarentena. O Centro de Arraial do Cabo está atendendo as demandas do Núcleo.

Confira os horários de atendimento durante este período de pandemia e os municípios de abrangência de cada unidade:

Centro de Cidadania LGBTI Capital - Rio de Janeiro
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 10 às 16 h
Telefones: (21) 2334-9578 / 2334-9583
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Aperibé, Areal, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Campos dos Goytacazes, Carapebus, Cardoso Moreira, Casimiro de Abreu, Levy Gasparian, Conceição de Macabu, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje de Muriaé, Macaé, Mangaratiba, Miracema, Natividade, Paraty, Porciúncula, Quissamã, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, São José de Ubá, São José do Vale do Rio Preto, Sapucaia, Silva Jardim, Valença e Varre-Sai.

Centro de Cidadania LGBTI Baixada I - Duque de Caxias
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 09 às 14 h
Telefones: (21) 2775-9030 / 2775-9049
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Duque de Caxias, Belford Roxo, Guapimirim, Magé, Nova Iguaçu, Petrópolis e São João de Meriti.

Centro de Cidadania LGBTI Baixada II - Queimados
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 09 às 16 h
Telefone: (21) 3698- 6441
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Queimados, Itaguaí, Japeri, Seropédica, Nilópolis, Paracambi e Mesquita.

Centro de Cidadania LGBTI Leste - Niterói
Atendimento em regime de home office: segunda a sexta-feira, de 09 às 17 h
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Niterói, Itaboraí, Maricá, Rio Bonito, Tanguá e São Gonçalo.

Centro de Cidadania LGBTI Serrana - Nova Friburgo
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 09 às 17 h
Telefone: (22) 2523-7907
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Nova Friburgo, Bom Jardim, Cachoeira de Macacu, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Sumidouro, Teresópolis e Trajano de Moraes.

Centro de Cidadania LGBTI Médio Paraíba - Volta Redonda
Atendimento em regime de home office: segunda a sexta-feira, de 09 às 17 h
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Volta Redonda, Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro e Rio das Flores.

Centro de Cidadania LGBTI Baixada Litorânea - Arraial do Cabo
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 10 às 15 h
Telefone: (22) 98866-0772
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Arraial do Cabo, Saquarema, Araruama, Iguaba, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Búzios, Rio das Ostras, Casemiro de Abreu e Macaé.

Centro de Cidadania LGBTI Centro Sul - Miguel Pereira
Atendimento presencial: segunda a sexta-feira, de 10 às 16 h
Telefone: (24) 2484-2003 / 98121-8003
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Municípios atendidos: Miguel Pereira, Paraíba do Sul, Três Rios, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Paty do Alferes e Vassouras.

Núcleo de Atendimento Descentralizado (NAD) - São Pedro da Aldeia
Atendimento: neste momento, sendo realizado pelo Centro de Arraial do Cabo.