Fonte : Governo do Estado do Rio de Janeiro 

Alunas do Programa Empoderadas do Centro de Referência da Juventude de Petrópolis receberam uma toneladas doações de cestas básicas e kits de limpeza essa semana.

Com a ação, atingiu-se sete toneladas de alimentos, produtores de higiene e roupas doadas a 280 alunas dos polos do Rio de Janeiro, Nilópolis, São João de Meriti e Angra dos Reis. A ação da Secretaria de Estado de Esporte Lazer e Juventude foi uma parceria da Legião da Boa Vontade (LBV).

- Muitas mulheres que são chefes de família perderam seus empregos e estão passando por dificuldades neste momento. Além de adaptar as atividades para continuar acolhendo essas pessoas, a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude está buscando ajudar também de outras formas, por meio de parcerias - destacou o secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier.

O Empoderadas RJ é um programa da Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro, coordenado por Erica Paes, faixa preta de jiu-jitsu e ex-lutadora de MMA. Tem o objetivo de utilizar práticas esportivas para preparar mulheres para se defenderem de atos de agressão física, assim como promover e conscientizar sobre seus direitos, através de leis e serviços voltados à sua proteção, nos mais diversos tipos de violência.

- Compreendemos que é necessário que o Empoderadas tenha uma atuação mais ampla, além das práticas esportivas no enfrentamento à violência contra a mulher. Assim, por meio de parcerias, temos viabilizado melhores condições às alunas, para que possam fazer cursos de capacitação e, neste período de pandemia temos atuado com doação de alimentos e outros itens. Mesmo com as aulas presenciais suspensas, para respeitar o isolamento social, mantemos a atenção às necessidades destas mulheres - comentou Érica.

Além disso, o projeto trabalha a autoestima, e estimula o autoconhecimento, além de propiciar suporte social com parcerias, que podem para ampliar as alternativas financeiras. São 20 núcleos do Empoderadas, distribuídos entre cidades da região Metropolitana e municípios do interior do Estado do Rio de Janeiro, que atendem atualmente cerca de 600 alunas.