Fonte : Governo do Estado do Rio de Janeiro
Por : Carolina Perez  - Imagem : Pixabay

Para estimular as adoções de animais, que têm sido frequentemente abandonados durante a pandemia, o Governo do Estado, por meio da Subsecretaria de Proteção e Bem Estar Animal (Supan), criou o projeto "Amor Delivery".

Que resgata cães e gatos em condições de abandono e maus tratos e os coloca para adoção em ações virtuais nas redes sociais da pasta.

 Nosso objetivo é minimizar os impactos causados pela terrível ação de abandono e maus tratos. Recebemos as demandas e iniciamos o processo de logística para as adoções. Mas tudo é feito com cautela. Os animais só são disponibilizados para adoção após alta clínica. Também fazemos uma entrevista com o adotante para saber se é apto a receber o animal - ressaltou a subsecretária de Proteção e Bem Estar Animal do Estado, Karla de Lucas, que completou:

- O "Amor Delivery" resgata animais em condições de abandono e maus tratos em todo território fluminense quando o denunciante disponibiliza um lar temporário. Isso acontece porque a subsecretaria não conta com um abrigo. Desta forma, agentes da SUPAN realizam assistência clínica até que seja feita a adoção – falou de Lucas.

Como adotar
O processo para conhecer os animais é simples - uma espécie de ‘book’ com as fotos dos animais é disponibilizado nas redes sociais da pasta, onde o interessado pode escolher de acordo com o perfil. Os animais são acolhidos em lares temporários, recebem vacinas e são vermífugados após serem resgatados. A SUPAN, a cada ação, realiza entrevistas com os postulantes à adoção, e entregam em domicílio ao novo tutor.

Denúncias e solicitações de adoções podem ser requeridas através das redes sociais da subsecretaria (@supangovrj) e do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Ação de inspeção na ‘Ilha dos Gatos’
No último dia 30 de junho, a SUPAN realizou uma inspeção na Ilha Furtada, conhecida como Ilha dos Gatos, em Itacuruça, distrito de Mangaratiba, na Costa Verde do Rio. Durante as atividades, seis filhotes de gatos foram resgatados e encaminhados para o grupo Protetores Coração Animal.

- A situação em Itacuruçá é complexa. Os barqueiros fazem descartes de animais diariamente na Ilha dos Gatos, que já tem cerca de 200 animais selvagens. O que fizemos foi resgatar filhotes e mostrar a presença do estado – explicou a subsecretária.

Durante a ação, veterinários e voluntários medicaram e disponibilizaram alimentos aos bichos. Placas também foram colocadas para sinalizar a presença do órgão no local. A SUPAN realizou uma reunião com a Marinha do Brasil e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente para estudar punições em flagrante a quem praticar o delito. A subsecretaria também organiza uma ação de conscientização na região.

Além dos canais da SUPAN, denúncias podem ser feitas pelo Disque Denúncia (21) 2253-1177. As delegacias policiais também podem registrar Boletim de Ocorrência.