Fonte : Jovem Pam - Imagem: Pixabay

Agência reguladora do país emitiu alerta após dois funcionários do NHS terem reação ao imunizante

O Reino Unido pediu para que as pessoas com histórico de alergias não tomem a vacina contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech que começou a ser aplicada na terça-feira, 8, no país. O alerta, feito pela Medicines and Healthcare products Regulatory Agency (MHRA), a agência reguladora do país, aconteceu após dois funcionários do NHS (SUS britânico) terem reação após receber o imunizante. A identidade deles não foi revelada e nem em quais hospitais receberam as doses. De acordo com informações, eles teria tido “reação anafilactóide” — mas ambos de recuperam bem. Agora, a orientação é que a vacina não seja aplicada nesses indivíduos.

O folheto de informações ao paciente diz que a vacina da Pfizer/BioNTech não deve ser administrada em pessoas alérgicas a qualquer substância da vacina. Isso levantou questões sobre o quanto se sabe das instituições de confiança do NHS para selecionarem membros da equipe para serem vacinados. “Os sinais de uma reação alérgica podem incluir erupção cutânea com comichão, falta de ar e inchaço da face ou da língua”, diz o papel. De acordo com diretor nacional do NHS na Inglaterra, Stephen Powis, a MHRA fez o aviso por precaução. O conselho da MHRA declarou. “Qualquer pessoa com histórico de reação alérgica significativa a uma vacina, medicamento ou alimento não devem receber a vacina da Pfizer/BioNtech. Aparelhos de reanimação devem estar disponíveis o tempo todo para todas as vacinações.”