Fonte: JORNAL DA USP 
Por : Marcelo Canquerino - Imagem: Cleber Siquette/Jornal da USP

A equipe liderada pelo pós-doutorando do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP Ives Charlie da Silva criou um aplicativo utilizando o zebrafish (peixe paulistinha) para gerar testes para a covid-19 cinco vezes mais baratos que os atuais.

Fonte: Portal Fiocruz

Pesquisa da Fiocruz constatou que o medicamento Atazanavir, utilizado no tratamento do HIV, foi capaz de inibir a replicação viral, além de reduzir a produção de proteínas que estão ligadas ao processo inflamatório nos pulmões e, portanto, ao agravamento do quadro clínico da doença. Os especialistas também investigaram o uso combinado do atazanavir com o ritonavir, outro medicamento utilizado para combater o HIV.

Imagem: Pexels
Fonte: Portal do Governo de São Paulo

Cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) investigam os processos pelos quais, no organismo humano, os marcadores podem auxiliar a indicar doenças. Vale destacar que a análise do conjunto de proteínas existente no plasma sanguíneo pode revelar diversos processos e até mesmo ajudar a diagnosticar algumas enfermidades.

Esse tipo de estudo é feito com uma pequena parte do plasma. Isso porque 90% da massa proteica do fluido correspondem a apenas 14 moléculas. Os 10% restantes são compostos por milhares de proteínas diferentes – entre elas, algumas usadas como marcadores de processos biológicos.